Próximas apresentações

ESTREIA "Dança de Brinquedo" - direção e coreografia Rosa Antuña:
- 10 e 11 de março (sábado e domingo) no Teatro Marília, às 16:00hs - Belo Horizonte, MG - ingressos na bilheteria do teatro: 20,00 reais inteira e 10,00 reais meia.
*Para todas as idades!

quarta-feira, 14 de março de 2018

Os "estados" das personagens (março 2018)

A Cia MN fez uma temporada de quatro apresentações do espetáculo "Garrafa Enforcada"em Belo Horizonte, no Teatro Francisco Nunes, integrando a Campanha de Popularização do Teatro e da Dança. Foi de 22 a 25 de fevereiro. Em seguida, de 1 a 3 de março (quinta a sábado), o grupo viajou com o mesmo espetáculo para apresentá-lo em Água Boa e Capelinha, no Vale do Jequitinhonha (Prêmio BDMG Cultural).
A chegada em Belo Horizonte foi no sábado. Folga no domingo. A segunda-feira foi o dia de finalizar a cenografia.
Terça-feira, dia 6 de março, foi dia de retomar os ensaios e dedicar toda a energia a "Dança de Brinquedo". O elenco ainda estava cansado da longa viagem.

"Eu costumo aproveitar os dias em que o corpo está cansado e trabalho questões de atuação, de sensação. Este foi um dia para retomar os estados das personagens. Para encontrar outras sensações, para buscar um comportamento verdadeiro para cada uma delas."RA

Os estados de Susy (Jorge Ferreira)



Improvisando com os estados das personagens. Aqui as bonecas Pamelli e Beijinho.


Preparando o elenco.


Boneca Pamelli (Eliatrice Gischewski)

Cia MN no Programa Agenda (março 2018)

E em março o Programa Agenda, da Rede Minas, foi até ao Studio It, onde nós ensaiamos e fez uma matéria com a gente falando dos 20 anos da Cia MN e da estreia de Dança de Brinquedo. 
Confira aqui:

https://www.youtube.com/watch?v=Bu3EZmI-2Wo



Pamelli e Alejandro - ensaio (fevereiro 2018)

Etapa final dos ensaios. É hora de fluidez e ao mesmo tempo domínio do corpo.
Neste dia os bailarinos estavam bem cansados, mas mesmo assim o ensaio precisa ser feito para que eles comecem a dosar a energia. Ensaiar cansado também é bom, mas exige ainda mais atenção. O corpo deles vai ganhando resistência e condicionamento.

Pamelli (Eliatrice Gischewski)


Alejandro (Fábio Costa)


Este duo que eles fazem tem uma dificuldade muito alta. Ele é fluxo, velocidade, impulso, agilidade e resistência. Tudo isso, sem perder as personagens:



Aula e ensaio (Fevereiro 2018)

Faltando um mês para a estreia é preciso ter muito cuidado com o treinamento do elenco, para que ninguém se machuque. É importante trabalhar elementos que de alguma forma descansem o corpo do padrão de movimentos mais usado nos ensaios. Por isso esta improvisação abaixo, ao final de uma das aulas da Rosa:



E no ensaio...



terça-feira, 13 de março de 2018

Ensaio "Dança de Brinquedo" - parte 2 - (janeiro 2018)

Ensaio da boneca Pamelli (Eliatrice Gischewski). Pamelli tem muitas dificuldades físicas.Ela é uma boneca de pano velha e mole. Ela cai toda hora. Para ela ficar de pé é extremamente difícil. Mas a abordagem aqui é que ela não faz disso nenhum drama. Ela cai e levanta quantas vezes for preciso. Sem auto-piedade. Ela se resolve. Ela se adapta. Os outros brinquedos que percebem suas dificuldades a apoiam e protegem quando é realmente necessário. A Pamelli traz uma aceitação da realidade. Uma aceitação da vida e das condições que a vida oferece. E Pamelli é uma fofura!

Eliatrice Gischewski (Pamelli)



Acima um trecho do ensaio do duo da boneca Pamelli (Eliatrice Gichewski) com o boneco Alejandro (Fábio Costa). Pamelli tem medo do Alejandro, mas ele gosta muito dela. Só que Alejandro é grandão, desajeitado e ele se diverte com Pamelli que é tão molinha. Ele não percebe que ele a assusta. Tem momentos que ela até se diverte e tem momentos em que ela precisa da ajuda dos outros brinquedos.



Neste vídeo temos a boneca "Beijinho" (Débora Roots), ao som da música "No Terreiro", do grupo mineiro "Cataventoré".

Ensaio "Dança de Brinquedo" (Janeiro 2018)

"Alguns vídeos de trechos de ensaios de janeiro deste ano. As personagens começaram a ganhar mais consistência. O desafio agora é manter a personagem com seu corpo característico e olhar, sem perder a contagem principalmente nas coreografias de conjunto e adequando o seu corpo específico à uma movimentação coletiva." RA




"Duo de Eliatrice Gischewski e Ludmilla Ferrara com suas respectivas personagens: Pamelli e Piti. A música é de Meredith Monk. Este é um momento delicado e poético no espetáculo. Um momento para respirar e refletir." RA



"Solo de Jorge Ferreira e sua personagem que é um boneco chamado Susy. É um momento que traz à tona a temática da solidão. Minha infância foi bastante solitária e a de muitas crianças também é. Neste trabalho não procurei fugir de temas que podem ser difíceis, mas sim, procurei trazê-los e assumi-los no espetáculo, buscando aceitá-los como são." RA

Estudo do Olhar para Dança de Brinquedo


"Uma grande preocupação que eu tinha era com o olhar desses brinquedos. Fiz com os bailarinos vários estudos e práticas para treinamento do olhar que eu aprendi com minha mestra de teatro Roberta Carreri, atriz do Odin Teatret (Holstebro, Dinamarca). Também fez parte da nossa observação e estudo assistir ao trabalho "Gritos", da Compagnie Dos à Deux (Brasil/França).
 Além disso, também trouxe como referência para o estudo do olhar as animações "Toy Story", de John Lasseter e "Coraline e o Mundo Secreto", de Henry Selick." RA



Fábio Costa


Eliatrice Gischewski

Fábio Costa



Débora Roots e Fábio Costa

*Fotos: Rosa Antuña